Universidad de la Laguna


Dados do GOTA para o site do projeto PLANCLIMAC

Os objetivos propostos na Atividade 2.2.1 são resumidos abaixo. O objetivo geral é obter projeções climáticas para a região da Macaronésia, ao longo do século XXI, e em alta resolução espacial. Essas informações são essenciais para o desenvolvimento de estratégias de adaptação / mitigação aos possíveis impactos de mudanças climáticas previsíveis. A orografia dos arquipélagos da Macaronésia torna essencial que essas projeções sejam obtidas com resoluções de alguns quilômetros. Estes objetivos são explicados com base nos resultados já obtidos para as Ilhas Canárias. A metodologia projetada baseia-se no uso de técnicas dinâmicas de regionalização climática usando o modelo WRF de mesoescala (Weather Research and Forecasting). Diferentes domínios geográficos serão definidos, em diferentes resoluções, com o domínio mais resolvido (o mais interno) a alguns quilômetros de distância. O domínio mais externo será alimentado com dados das projeções climáticas dos modelos de circulação geral dos oceanos atmosféricos (AOGCM) que participam do Quinto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). Os cenários futuros para o século XXI que serão analisados ​​serão: RCP 4.5 e RCP 8.5 (Caminhos de Concentração Representativos). A climatologia das principais variáveis ​​atmosféricas será estudada em dois períodos: 2030-2059 e 2070-2099 e as alterações com o presente serão estimadas. Alguns dos modelos a serem usados ​​para a definição dessas condições iniciais e de contorno podem ser: GFDL (Laboratório de Dinâmica de Fluidos Geofísicos - NOAA, EUA), MIROC-ESM (Agência Japonesa de Ciências Marinhas e da Terra) e IPSL -CM5 (Instituto Pierre Simon Laplace-Modelo climático, França) Alguns dos resultados que serão obtidos, na Macaronésia, são mostrados abaixo, no caso das Ilhas Canárias.